Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \26\UTC 2010

Diadorim.

Passei o fim de semana inteiro assistindo à minissérie Grande Sertão: Veredas. Tive esperança de um final feliz para Riobaldo e Diadorim. O romantismo sempre fala mais alto no meu coração(owww)… Ainda que a realidade se mostre tão dura quanto a vida da jagunçada, descrita e bem escrita por Guimarães Rosa. Fiquei triste ao fim, deprimida mesmo. Será que Vinícius tem razão quando diz que todo amor só é bem grande se for triste? :-/
A hora do livro chegou. Sacodi a poeira acumulada de um ano ou dois na estante… Eia!
Preciso terminar urgente Pai Goriot e Os Excluídos…. Antes que a vontade de Diadorim passe.
Enquanto isto, estou de luto pela morte de uma das personagens mais incríveis já criadas pela literatura. Confesso que chorei como se chora a perda de alguém querido. Precisei que rissem de mim, que me beliscassem e me trouxessem para fora da ficção, na qual estava imiscuída até o último fio de cabelo. Acho que ainda estou abalada. O que estes escritores têm contra amor realizado e tranquilo? Humpf.

Anúncios

Read Full Post »

Portas abertas.

Abandonei as minhas panelas desde que perdi os quilinhos extras adquiridos com as massas, molhos e todas as gostosuras que costumava cozinhar.
Mas não vai dar… Não vai dar, não… Eu preciso do bafo quente e aromático que sai dos vapores dos guisados para reconfortar meu coração de cozinheira.
Ahh.. Saudade do cheirinho de bolo assando no forno… Que delícia que é.

Retomei as rédeas da cozinha para preparar bolos para os aniversariantes do trabalho. Elogios. Elogios. Sempre são benvindos… Minha alma carece destes elogios gastrômicos para temperar o ego insosso do dia a dia sem caloria(sim, a rima foi de propósito).

Saciei a minha necessidade de comida gorda, engordando os outros com bolos-pudim e empadões de palmito. Enquanto isto, mantenho-me totalmente addicted das saladinhas.
Comer é uma experiência sensorial das mais ricas, que envolve todos os sentidos. Apesar de gostar das folhas verdes de alface e rúcula banhadas no azeite com limão, sinto falta dos olores e sabores de outros pratos mais condimentados… E consequentemente, mais… Muito mais calóricos.

Para o meu retorno ao mundo dos quitutes , comprei um novo livro de culinária italiana… Eu paquerava a alguns meses o Fundamentos da Cozinha Italiana Clássica, da didática Marcella Hazan. Mas me segurei enquanto pude, em nome da boa forma… Mas a minha reeducação alimentar me fez perceber que uma dose menos generosa de massa também me faz feliz, se complementada com bastannnnte salada. 🙂 E um estudo sobre qualidade de vida em Harvard, aconselha que devemos comer massa com molho de tomate. Ahá. Delícia… Molho pomodoro… Uhhmmm Era só o que eu precisava para libertar meu corpo da dieta da calça 36. Deixa-me aqui na 38 já folgada. Está de bom tamanho. Alguém me passa o parmesão??? 😉

Read Full Post »